Atacama: melhores passeios

No início de 2018 conheci um lugar que mais parece outro planeta, o Deserto do Atacama. A viagem tinha como destino o Peru, mas essa parte do Chile é tão surpreendente quanto! E, se você está planejando conhecer o Atacama, não pode deixar de fora os passeios que vou te mostrar aqui nesse post!

Feirinha de San Pedro de Atacama

A feira de artesãos, ou Pueblo de Artesanos como chamam os locais, fica bem no centro de San Pedro de Atacama. Lá você encontra roupas, decoração, souvenirs e até mesmo folhas para chás e temperos. Se ficar hospedado na cidade, é o melhor lugar para comprar lembranças.

PASSEIOS DIA 01: LAGUNAS ALTIPLÂNICAS + SALAR DO ATACAMA 

Dica: Esse é um passeio de dia inteiro. Pela manhã estava frio e onde estão localizadas as lagunas venta bastante, mas chegando ao Salar estava BEM quente. Se vestir em várias camadas de roupas é a solução pro problema!

Parada no Trópico de Capricórnio

A primeira parada do dia foi na placa do Trópico de Capricórnio, clássica para todos que visitam o Atacama. Ela fica exatamente onde o trópico cruza com a antiga Trilha dos Incas (que vai até a Bolívia) e na rota para o passeio das Lagunas Altiplânicas. Também é o local onde pudemos bater foto na rua com um visual deslumbrante ao fundo.

Piedras Rojas

A próxima parada foi Piedras Rojas. O contraste das pedras avermelhadas com o azul esverdeado da água parece uma pintura! Infelizmente, pudemos vê-la somente de cima, pouco tempo antes da nossa viagem ela foi fechada ao público devido ao descuido e irresponsabilidade de alguns turistas. Veja mais sobre aqui.

Parada para o café da manhã

Antes de partir para as lagunas Miscanti e Miñiques, paramos em uma menor para nosso café da manhã. A maioria das excursões já estão com o café da manhã e almoço inclusos, nada mal um cafézinho com essa vista, né?

Lagunas Miscanti e Miñiques

Conhecer as Lagunas Miscanti e Miñiques é um dos pontos altos do Atacama (literalmente! haha). Localizadas a cerca de 4.200 metros de altitude, as lagunas contrastam com o clima árido em uma paisagem de tirar o fôlego.

Laguna Miscanti

A primeira que conhecemos foi a Laguna Miscanti, que é enorme com seus 15 km². Pudemos chegar bem pertinho (sempre respeitando as áreas demarcadas) e ver a água refletindo o vulcão. É de outro mundo, mesmo!

Laguna Miñiques

A laguna Miñiques é menor que sua irmã Miscanti, mas não perde em nada em beleza, com águas mais escuras. As duas lagunas são interligadas e diz a lenda local que os dois vulcões que as circundam eram colados e se separaram durante um abalo sísmico, mantendo as lagunas irmãs conectadas pelo sangue (a água), mesmo há distância.

Salar do Atacama

Maior concentração de sal do Atacama. Diferente do Salar de Uyuni, no Atacama o sal não é liso e refletivo, mas vale o visual! 

Atenção: Esse passeio exige MUITO protetor solar! O lugar mais quente que fomos no deserto.

Laguna Chaxa

Assim como as lagunas e o salar, a Laguna Chaxa também fica na Reserva Nacional dos Flamingos, então esses bichinhos são bem frequentes por essa região! Mas ali foi onde os vimos em maior quantidade e mais de pertinho ♡ Esse foi o ponto final do passeio, paramos para almoçar em um vilarejo com comidas locais e voltamos à San Pedro.

PASSEIOS DIA 02: GEYSERS 

Geysers del Tatio

Nosso passeio iniciou as 4:30 da manhã e com um frio intenso de -9°C (Vá agasalhado, mas em camadas que na volta esquenta!). Tomar um café quentinho vendo o nascer do sol nesse lugar é incrível demais! Dentro do parque ainda há uma piscina de águas termais (para os corajosos haha). O campo geotermal em maior altitude do mundo vale a visita!

Geysers de Barro

Os Geysers de Barro foi uma parada extra, fora do parque e bem mais perigoso. Chegamos bem próximo de onde saiam os jatos de aguá fervente!

Fizemos também uma parada rápida no Pueblo de Machuca. É um povoado próximo e bem pequeno, com casas típicas da região e onde servem o espetinho de lhama 🙁

PASSEIOS DIA 03: VALLE DE LA LUNA + VALLE DE LA MUERTE

Valle de la Luna

Pedra do Coiote

Começamos o tour às 15:00, por ser bem próximo de San Pedro, logo estávamos na Pedra do Coiote, ponto em que você cosegue tirar fotos incríveis do Valle.

As formações, que se assemelham à superfície da lua, por isso o nome e são compostas de sal, gesso e argila. 

Valle de la Muerte

O Valle de la Muerte é chamado assim pois nesse local a umidade é de 0%, não havendo nenhum tipo de vida. É composto de dunas e formações de sal e cânions. É permitido transitar em uma área do parque, por entre esssas formações.

Final do dia subimos em uma das dunas onde a morte era eminente (juro, sofri!) mas o visual é impressionante, onde se nota os tons e camadas que formam o vale.

PASSEIO DIA 04: TERMAS 

Termas de Puritama

São 8 piscinas termais a 3.500 metros de altitude. O número de pessoas em cada piscina não é controlado, então o ideal é você ir descendo e procurar a mais vazia. Demos sorte e encontramos uma que ainda tinha uma “passagem secreta” para outra cachoeira. É um passeio para os últimos dias de viagem, assim você consegue relaxar depois de tanto trekking pelo Atacama!

OUTROS PASSEIOS RECOMENDADOS: 

Infelizamente, não dá pra fazer TODOS os passeios em 4 dias. Outros passeios que também foram muito recomendados são:

  • Salar de Tara
  • Tour astronômico (não conseguimos fazer devido à condições climáticas, mas acredito que vale muito a pena!!)
  • Lagunas Escondidas de Baltinache

O que achou dos passeios? Já deu vontade de partir pro Atacama? Me conta nos comentários!

Pin it!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

instagram | @lauramogkf